Prioridades a curto prazo, ou a longo prazo?

Vejam este vídeo abaixo, que vai de encontro justamente com nosso último artigo, onde um político respeitado e reconhecidamente ético. Explana sobre um assunto que incomoda muito todos nós que estamos ligados ao social como um todo.

A inversão de papeis dentro de nosso país é notório, e está presente desde sempre, enquanto sociedade civil organizada, modelos de gestão que visam atrair a visão do grande público para uma idéia populista e apaixonante se contrapõe com obstáculos cotidianos que convivemos dia a dia, com certo aval popular, uma vez que a grande massa sempre vota as escuras, sem ao menos se lembrar de seu candidato 6 meses após a eleição, ou mesmo ignoram a eleição, colocando nas costas dos outros a culpa pela governabilidade deficitária de preocupação com a comunidade em geral.

O sistema é tão complexo que mesmo os últimos “salvadores” do povo trouxeram junto um mar de lama que destoa com o discurso de outrora, um discurso que demonstra sim um efeito nas camadas menos favorecidas, e acaba sendo bom para todos, penalizamos com o custo que ainda é bem alto. E o lucro para alguns enorme, uma fábula incalculável de favores e poder que corrompe até o que supúnhamos ser ímpios em sua conduta moral, ou que lutaram defendendo uma bandeira social.

Mas não sejamos pessimistas, afinal a roda do progresso é inevitável assim como consta na questão 783. O aperfeiçoamento da Humanidade segue sempre uma marcha progressiva e lenta?

 

– Há o progresso regular e lento que resulta da força das circunstâncias;(…)”

 

“As revoluções morais, como as revoluções sociais se infiltram pouco a pouco nas idéias, germinam ao longo dos séculos e depois explodem subitamente, fazendo ruir o edifício carcomido do passado, que não se encontra mais de acordo com as necessidades novas e as novas aspirações. O homem geralmente não percebe, nessas comoções, mais do que a desordem e a confusão momentâneas que o atingem nos seu; interesses materiais, mas aquele que eleva o seu pensamento acima dos interesses pessoais admira os desígnios da providência, que do mal fazem surgir o bem. São a tempestade e o furacão que saneiam a atmosfera, depois de a haverem revolvido.” – O Livro dos Espíritos.

A insatisfação que gera nas pessoas já é uma demonstração clara deste avanço, quando deixamos de aceitar passivamente diante a tantas situações que nos acarretam um prejuízo qualquer. Continuemos assim, firmes, na luta, debatendo, discutindo, argumentando, defendendo causas que julgamos serem as corretas, apenas parar ou aceitar de bom grado tudo que nos é passado não é legal, somos mais do que isto, podemos ser atuantes dentro de nosso lar, em nosso trabalho, nas ruas, prestando algum serviço, ou sendo atendido por alguém. Sejamos Espíritas também nas ruas, nas escolas, no laboro e no lazer.

Nossos governantes precisam aprender que o povo não é mais omisso, ou uma massa direcionada. Tendo a certeza de nossa condição de Espíritos eternos, vamos planejar melhor nossa estada neste momento, sugando ao máximo as lições que nos são dadas.

“Como se vê, por este comentário de Kardec e pela explicações dos Espíritos,

a que ele se refere, o Espiritismo reconhece a necessidade desses motivos

periódicos de agitação natural, quer dos elementos, quer dos povos, para a

realização do progresso. Mas os admite como fatos naturais e não como

criações artificiais a que os homens devam dedicar-se, em obediência a

doutrinas revolucionárias. O que ele ensina é que o homem deve colocar-se,

nesses momentos, acima de seus mesquinhos interesses pessoais para ver em

sua amplitude a marcha irresistível cio progresso, auxiliando-a na medida do

possível.”

(José Herculano Pires)

            Sejamos estes agentes transformadores e que visamos o bem comum.

Anúncios

Sobre Fábio Duarte

@FabioDuarte_BH
Esse post foi publicado em Artigos Fábio Duarte. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Prioridades a curto prazo, ou a longo prazo?

  1. Tudo que está narrado, é realmente o que vemos anos após anos. Todavia, Espíritas, Médiuns, devem fixar suas energias positivas, solicitando dia após dia, que haja modificação nas mentes destes nossos Governantes, Não absorvamos a raiva, o ódio, o rancor por eles agirem desta forma porque neste caso estaríamos trazendo para nós as negatividades que não nos pertencem.Somente com Equilíbrio, humildade, Paz nos corações é que devemos inverter, e pedir constantemente que o o Altíssimo com todos iluminados, tenham misericórdia, compaixão e façam com que estes aprendam que a vida não se resume em poder, riqueza, egoismo, lucros, porque não será levado nada destas matérias para o outro lado e sim o que fizerem de amor, caridade para humanidade.
    Muita Paz, Harmonia e Amor Incondicional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s