Ingerencia religiosa na Política

religiao politica pastor

Estamos expostos a vários debates religiosos envolto à política brasileira, questões dogmáticas e interpretativas bíblicas estão sendo disseminadas e usadas para conduzir vários temas de interesse público à esfera religiosa.

A Doutrina Espírita é uma filosofia que como toda literatura está sujeita a interpretações diversas conforme seus leitores a entendem, mas em relação a política e as questões que são constantemente ventiladas na mídia podemos exercer nossa opinião sem problema alguma, afinal antes de sermos Espíritas somos cidadãos e devemos agir como tal, omitir assuntos de ordem cívica seria leviano de nossa parte. Evidente que respeitando as individualidades, onde cada qual tende a se interessar mais por determinado assunto geral, alguns se mobilizam mais para uma determinada área e assim há a pluralidade de interesses, eu que vos escrevo gosto da política, mesmo estando um pouco descrente com o processo democrático que é facilmente manipulável devido à falta de interesse comum pela idoneidade das pessoas que exercerão cargos públicos, a população acaba sendo usada como massa de manobra pendendo para o lado que as melhor lhe atende dentro do imediatismo sem olhar para o futuro de todos, ou bem comum.

Um exemplo clássico são as “bancadas evangélicas” que tem seu público fiel e cativo devido a cegueira religiosa de seus seguidores. E quando a conduta de algum de seus membros é exposta discursam para o grande público de maneira demagoga e leviana, e para seus eleitores ovelhas usa-se o argumento padrão que o diabo os estão perseguindo, com isto seus votos são assegurados e os mantém por mais um mandato, sem generalizar, muitos apenas lá estão para usufruir do status e conforto que um cargo público lhes oferece. Assim conseguem usar da influência que lhes é garantida para satisfazer os interesses de grupos privados ligados às respectivas Igrejas e ou instituições religiosas que mais assemelham a industrias, exemplos sei que todos que nos lêem deve ter algum, mas apenas para refrescar podemos citar que Vereadores de Belo Horizonte desapropriaram uma rua pública que continha casas particulares, cedendo o lugar a um valor inferior ao de mercado para atender a Igreja Batista da Lagoinha, tornando algo público em privado e sem respeitar o direito a propriedade, tudo isto graças a um decreto municipal que alguns vereadores evangélicos aprovaram.

Vimos a alguns anos atrás uma corrida presidencial quase virar pela questão do aborto, e esta reviravolta toda não se deu pelo caráter social da coisa e sim pelo caráter religioso, argumentos arcaicos e provincianos tomou o debate político brasileiro graças ao anacronismo do cristianismo moderno que imputa um desrespeito as minorias graças a um livro da idade da pedra, e seus interpretes mercenários. Não quero dizer que a Bíblia é um livro que de nada se aproveita, Allan Kardec, por exemplo, cita na questão 59:

 

Devemos concluir, então, que a Bíblia é um erro? Não; mas que os homens se enganaram na sua interpretação.

 

Ele apenas chama a atenção para levarmos em conta seu tempo e sua linguagem figurativa.

Marco Feliciano (PSC-SP)

Atualmente temos um pastor que foi indicado para a comissão de direitos humanos, o que seria louvável se este ser não externasse tanto suas posições dogmáticas e que para outros setores da sociedade é um agressão. Segundo a Folha de São Paulo em 2011 ele declarou que os “africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé”, depois se retratou com aquele velho chavão dos preconceituosos, “tenho pessoas na família que são”, falando que isto é um ensinamento bíblico, como considero a Bíblia um fiasco em ensinamentos, sua fala também passaria desapercebida, mas sabemos que cristãos acreditam nas maldições eternas, etc, etc, etc, sendo assim ele incita mais ódio em seus fiéis seguidores, dando vazão para que o preconceito aos negros se estenda por mais algumas gerações.

Em relação aos homossexuais falar algo aqui seria chover no molhado, afinal sabemos que o discurso dos “Ministros de Deus  na Terra” são dignos de dó, ou melhor de um belo processo e se possível cadeia por alguns anos. Eles pregam o ódio de Deus por suas criaturas:

Levítico 20:13 – “Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.”

Um contra-senso total na postura divina. Se é visto de maneira anormal por alguns são escolhas particulares, se concordamos ou não é irrelevante, afinal de contas pouco nos importamos com opiniões diversas de posturas que temos. Cada um dentro de suas escolhas, quanto a ser certo ou errado fica para o juiz de cada um decidir, a consciência é individual, e cada um tem a sua para decidir se as conseqüências de seus atos valem a pena.

 Lembramos também de algumas escolas onde acontece o confronto direto de religiões contrárias, ou a repugnância de alguns em falar da cultura dos outros, me recordei também do apelo mundial para que a Igreja Católica instrua seus fiéis quanto ao uso da camisinha, o fato é que declarar a concordância a Igreja Católica assumiria algo que já é corrente, a falta de controle sobre as pessoas que a muito foi perdido. Mas em um continente como a África, por exemplo, que não existe políticas sociais e nenhum acesso a informação seria um ato e tanto de caridade instruir os que buscam seu refugio espiritual semanal quanto ao uso de um elemento que os ajudaria a evitar filhos que serão criados pela própria sorte, ou evitar o contágio de inúmeras doenças que tendem a encurtar e tornar a vida de muitos em um martírio por pura ignorância. Sabemos que segundo os dogmas o sexo nem deveria ser feito antes do casamento, mas como barrar um rio de ir adiante? É o mesmo com este instinto natural que todos possuímos primeiro damos as informações depois a sabedoria e com o tempo vai se construindo o discernimento, algo que é alicerçado pelo próprio individuo, mas negam-se a informar apenas para fingir que esta “lei divina e imutável” ainda é válida, sabemos nós que nunca foi aplicada realmente, a não ser por questões culturais e sociais sobrepondo-se às questões religiosas. Se fosse possível assim coibir a pratica sexual apenas com palavras e instrução, os pastores católicos seriam todos castos, e sabemos que na pratica não é bem assim.

Pais laico evangelicos

O interessante é que no âmbito mundial o Brasil é bem avançado neste campo, até nos declaramos um país Laico, imagina aonde a interferência é aceita.

O combate da sociedade a esta nomeação é prova que a população está mais engajada e atenta a posturas contrárias quanto a representatividade de um todo, não podemos mais nos dar ao luxo de termos comandantes que se fixam em um grupo e para eles governa, a maquina pública é para todos, vejam como exemplo a Lei Seca, que aos trancos e barrancos vai trazendo uma realidade até então desconhecida aos brasileiros, que é a mão forte do governo atuando de maneira igualitária defendendo assim o direito de ir e vir dos cidadãos. (Com falhas é óbvio, mas o homem dentro de sua imperfeição buscando acertar é novidade).

E aonde entra o Espiritismo em tudo isto?

Na INSTRUÇÃO. Kardec imaginou que poderia construir um sistema aonde pudéssemos buscar informações para que tomemos de maneira concreta decisões de maneira sábia e com confiança que acertando ou errando estamos tentando o melhor.

O Livro dos Espíritos  – questão: 122. Como podem os Espíritos, em sua origem, quando ainda não têm a consciência de si mesmos, ter a liberdade de escolher entre o bem e o mal? Há neles um princípio, uma tendência qualquer que os leve mais para um lado que para outro?

 

– O livre-arbítrio se desenvolve à medida que o Espírito adquire consciência de si mesmo. Não haveria liberdade, se a escolha fosse provocada por uma causa estranha à vontade do Espírito. A causa não está nele, mas no exterior, nas influências a que ele cede em virtude de sua espontânea vontade. Esta é a grande figura da quedado homem e do pecado original: uns cederam à tentação e outros a resistiram.

Os que se dizem detentores dos ensinamentos Cristãos não poderiam dentro da sabedoria de amor que Jesus trouxe orientar seus seguidores sem a ambição de conquistar mais “almas” pelo medo? Porque não orientar disseminando bons exemplos? O Espiritismo nos orienta buscar a instrução, e com isto despertar para o que é certo ou errado dentro do contexto na moral de Jesus.

Saber o que é moralmente aceitável pode nos deixar confusos, Allan Kardec sabendo disto pede instrução aos Espíritos:

629. Que definição se pode dar à moral?

 

– A moral é a regra da boa conduta e portanto, da distinção entre o bem e o mal. Funda-se na observação da lei de Deus. O homem se conduz bem quando faz tudo tendo em vista o bem e para o bem de todos, porque então observa a lei de Deus.

630. Como se pode distinguir o bem do mal?

 

– O bem é tudo o que está de acordo com a lei de Deus e o mal é tudo o que dela se afasta. Assim, fazer o bem é se conformar à lei de Deus; fazer o mal é infringir essa lei.

 

Esta questão abaixo, ao meu entender, resume bem todas as situações de desvirtuamento religioso, ou uso da religião para questões políticas

 

642. Será suficiente não se fazer o mal, para ser agradável a Deus e assegurar uma situação futura?

– Não: é preciso fazer o bem, no limite das próprias forças, pois cada um responderá por todo o mal que tiver ocorrido por causa do bem que deixou de fazer.

 

O apego pelas regras humanas em detrimento do bem social é um agravante nas conseqüências futuras, deixar que muitos passem a nutrir o ódio, pré conceito, intolerância e até danos físicos e psicológicos para manter o dogma instituído pelo homem é uma forma de controle, sendo assim acreditamos que trás malefícios ao todo deixando de fazer o bem comum.

Anúncios

Sobre Fábio Duarte

@FabioDuarte_BH
Esse post foi publicado em Artigos Fábio Duarte e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ingerencia religiosa na Política

  1. Suede Santos disse:

    Gostei muito do post. Eu sou espirita e acho q o esclarecimento é fundamental pra mente humana. Mas não podemos dar a luz do conhecimento a quem tem preguiça de enxergar. Devemos ser curiosos e questinadores, ao invés de abaixarmos a cabeça e apenas acetar o que muitos loucos dizem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s