Os meios justifica o fim? Processo Espírita

madame allan kardec

O Espiritismo no Brasil tem uma particularidade bem distante de sua origem na França em 1.857, a insistência em ser chamada de religião.

O Iluminismo trouxe a França o que em terras tupiniquins ainda vamos demorar alcançar devido ao pouco investimento em educação que temos por aqui.

Desta forma a necessidade de ter um guia externo é algo latente na população local elegendo assim um deus, formatado por homens para que conduza nossas ações e possamos responsabilizar nossos demônios por nossas falhas.

O ideal Espírita ao qual Allan Kardec dedicou e se entregou foi colocado em xeque pouco tempo depois de sua morte justamente por seus sucessores desejarem ardentemente massificar algo que não é imposto e sim aceito através do entendimento. Chico Xavier foi e é um dos maiores divulgadores Espíritas, grande parte graças aos fenômenos, algo que atrai e cativa todos que não buscam entendimento e sim espetáculo. Obviamente não devemos generalizar afinal graças a este contato milhares buscaram as obras Kardecianas afim de entender o que é o Espiritismo, em contrapartida milhões que foram consolados ou tiveram contato, só são seguidores de Chico ou simpatizantes de um espiritismo “manco”. Denegrir Chico Xavier não é a ideia do texto e nunca foi, o alerta é aos que param em Chico esquecendo-se que a Doutrina é uma filosofia de aspecto moral pesquisada e editada na França por Hippolyte Léon Denizard Rivail.

“Cinco anos após a desencarnação de Allan Kardec, a Revue Spirite publicou inúmeros artigos sobre fotografia de Espíritos,….Uma das fotografias, de Amélie Boudet (Senhora Allan Kardec), trazia a imagem do Codificador do Espiritismo, ostentando uma mensagem em francês, transcrita também na Revue Spirite.”

processo contra os espíritas

Através de tais publicações a Sociedade Espírita Parisiense foi levada ao tribunal sob a acusação de charlatanismo e fraude. Devido a  tal processo e tamanha repercussão pois a Igreja Católica fomentou a todos que Doutrina Espírita não passava de puro engodo.

Pierre-Gaetan Leymarie um dos mais entusiastas do Movimento Espírita assumiu a administração da Sociedade Espírita Parisiense e logo após a redação da Revue Spirite. Vislumbrou que as fotografias de espíritos iria divulgar e massificar mais e mais o Espiritismo na França, mas deixou-se levar por escroques aceitando material falso e os publicando.

Leymerie não foi mal intencionado, foi iludido e ou imprudente colocando em risco todo trabalho que Kardec e seus companheiros tiveram ao levantar a bandeira Espírita sempre pautada na coerência e na ética.

Fiquemos atentos companheiros Espíritas que se deixam levar por infindáveis obras “mediúnicas” que estão sendo publicadas em quantidade recorde tendo como pano de fundo a caridade financeira.

Mas creio que mesmo que sejamos pegos em uma grande farsa ou fraude no Brasil o impacto será menor, justamente por termos origens místicas e pouca importância damos a ciência como um todo. O imediatismo que aparenta ser algo obrigatório em nossa sociedade um paradoxo que alimenta das religiões sem qualquer nexo com a realidade, criado factoides que levam as pessoas a crer no maravilhoso.

A análise ao qual Kardec insiste em todas as suas obras que façamos é ignorada, e a sua obra mais lida “O Evangelho Segundo o Espiritismo” trás logo na introdução capítulo II AUTORIDADE DA DOUTRINA ESPÍRITA:

Controle Universal do Ensino dos Espíritos

                Se a doutrina espírita fosse uma concepção puramente humana, não teria como garantia senão as luzes daquele que a tivesse concebido. Ora, ninguém neste mundo poderia ter a pretensão de possuir, sozinho, a verdade absoluta. Se os Espíritos que a revelaram se houvessem manifestado a apenas um homem, nada lhe garantiria a origem, pois seria necessário crer sob palavra no que dissesse haver recebido os seus ensinos. Admitindo-se absoluta sinceridade de sua parte, poderia no máximo convencer as pessoas do seu meio, e poderia fazer sectários, mas não chegaria nunca a reunir a todos.

Mas ignorando completamente este ensino que consta nas obras pilares da Doutrina Espírita, todo um tropicalizado espiritismo nasce através das obras ditadas pelo Espírito André Luiz, que infelizmente peca por sua forma prolixa e repetitiva.

Sem desmerecer seus ensinamentos devemos nos ater a Kardec, e após isto estudar, pesquisar e aprofundar em outros autores, assim seguiremos a Pureza Doutrinária.

André Luiz é muito bem vindo dentro do Movimento Espírito assim como todos autores, mas não esqueçamos que seu idealizador em conjunto com diversos Espíritos de extensa bagagem é Allan Kardec.

Caso tenham interesse em ler esta obra histórica sobre o Processo dos Espíritos segue link abaixo:

MARINA DUCLOS LEYMARIE – PROCESSO DOS ESPÍRITAS

proces des spirites

Anúncios

Sobre Fábio Duarte

@FabioDuarte_BH
Esse post foi publicado em Artigos Fábio Duarte e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s