O ABORTO

 

Referência: Livro Deixe-me Viver

Por: Luiz Sérgio

Psicografia: Irene Pacheco Machado

jesus com crianças espiritas

 

Jesus abençoa os meninos – São Mateus, Cap. 19 vv 13 – 15 e referências

 

– E traziam-lhe meninos para que lhes tocasse, mas os discípulos repreendiam aos que lhos traziam.

– Jesus, porém, vendo isto indignou-se e disse-lhes: – deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus.

– Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele.

– E, tomando-os nos seus braços, impondo-lhes as mãos, os abençoou.

 

  • Se o Mestre nos mostra, através das criaturas o quanto amorosos e respeitosos devemos ser com as crianças (meninos), o que não deveremos ser com os que, entregues ao ventre materno esperando para ver a luz da matéria, pois, é este o único caminho pelo qual os homens deste mundo de provas e expiações têm para entrar no reino de Deus.
  • Luiz Sérgio nos diz em seu livro de referência que, quem atrapalha a evolução de uma criança é indigno de alcançar o reino de Deus.
  • Observamos uma conformidade do texto Bíblico com o texto que Luiz Sérgio escreveu, daí vemos surgir a única verdade, que para entrar ou alcançar o reino de Deus necessitamos ter condições propícias, sintonizarmos com ele e para tal há a necessidade de não macularmos a nossa alma de modo algum, principalmente com assassinatos, sejam eles quais forem. Dentre eles, os assassinatos, o mais hediondo é o aborto, por se tratar de um crime no qual a vítima encontra-se indefesa, não possui ao menos a voz física para protestar contra ato tão infame. Daí as mães, desprevenidas quanto aos aspectos espirituais, amealharem para seu carma, dores que por muito tempo irão amargar.
  • Sabemos que em vários países o aborto cresce a proporções assustadoras e avassaladoras e até mesmo, em alguns casos, protegido por lei; quando vamos parar para pensar que esses “crimes” “legalizados” são praticados contra seres indefesos. São Espíritos que se tornam lesados, pois, além de perderem a oportunidade da reencarnação, deformam o perispírito por não estarem preparados para o embate sofrido. Quanto mais imperfeitos são os Espíritos abortados, mais dores sentem, pois, a reencarnação serve para a depuração do Espírito facilitando o crescimento deste. Perdendo esta oportunidade, sofrem e muito.
  • Daí o dizer que quem interrompe uma gravidez está rasgando a passagem de alguém para a escola da EVOLUÇÃO.
  • Muitas mulheres se julgam donas do seu corpo, esquecendo-se ou desconhecendo que ele é apenas emprestado temporariamente pela Mãe Natureza e que deveremos utilizá-lo de forma a não maculá-lo perante as leis divinas.
  • Por desconhecimento julgam poder utilizar-se do corpo como bem entendem e com orgulho levantam bandeiras, dizendo: “Eu me pertenço, faço do meu corpo o que desejo, do meu ventre disponho como quero.” E assim vão matando sonhos, esperanças e causando dores em detrimento de um pseudo felicidade que com o tempo se vai nas teias da ilusão. É certo irmãos? Será que não nos conscientizamos ainda de que desde a concepção já há vida no ovo e de que a mulher é terra fértil, destinada a alimentar a semente divina? Mas muitas fogem dessa responsabilidade desejando apenas ser fêmeas; mães, jamais. E matam cruelmente, de várias e estranhas maneiras o bendito fruto de seus ventres.
  • ABORTO, quando é que esta palavra será riscada de nossos dicionários?
  • O que é o corpo da mulher? Um santuário, onde órgãos férteis mantêm com vida um embrião. Nenhum cientista é capaz de criar um corpo de mulher, e muitas não se respeitam, fazendo de si um objeto de desejo e de consumo. Até quando os defensores dos Direitos Humanos irão ignorar esses bárbaros crimes que são praticados diante de uma sociedade estática? Que a mulher se libere, mas respeite os seus sentimentos de mãe e lute pela vida dos seus filhos. A mulher que aborta é uma fracassada; ela não tem coragem de partilhar sua vida ao lado de outra vida, que dela tanto necessita.
  • Muita vez a vida do homem é viver socialmente, aproveitando a vida ao máximo, festas, clubes, cinemas, sexo desregrado, drogas, etc. e, nem ao menos pensa verdadeiramente em si ou no próximo, pois, vive em estado de fuga, da realidade que machuca aqueles que não querem compromisso com a vida.  Daí surge um alerta, uma gravidez, um filho, numa hora “inadequada”, “inesperada”, justamente na hora da viagem para as “férias”, do carnaval que iria “bombar”, do emprego “novo” com “ótimo” salário que deixaria a vida mais folgada no futuro, ou, por outro lado do emprego perdido e a diminuição das finanças para manter uma vida “digna”, da dúvida se é a faculdade ou a criança. Surge então um fio de “esperança”, adiar a gravidez. Como? Um ABORTO, digo, ASSASSINATO, mais tarde quem sabe, será a hora certa de termos um filho, o filho de nossos sonhos…

aborto espiritismo mulher

 

Jesus instrui Nicodemos acerca do novo nascimento.

São João, Cap. 3 vv 1 – 20

 

  • Se nos colocarmos na condição de filhos de Deus que somos justo é compreender que para nascermos é necessário a reencarnação, pois, é somente através dela que vamos nos propiciar o crescimento evolutivo.
  • Imaginamos, então, um casal, ou melhor, uma mulher que engravidou de forma “inesperada” e que no início dessa concepção encontra-se VOCÊ, sim você leitor (a), em processo de vinculação uterina com a mãe que lhe trará à vida física em poucos meses, dando-lhe uma nova oportunidade de crescimento espiritual. Esta mulher/mãe por motivos particulares, medo, vaidade, egoísmo, vontade de aproveitar mais a vida, etc., pensa em realizar um aborto, rejeitando VOCÊ, tirando-lhe a oportunidade de renascer e realizar os sonhos de uma vida lúcida cheia de amor e carinho, trabalho e renovação no bem.
  • 1 – Como você se sentiria?
  • 2 – Aceitaria naturalmente o aborto? Partiria para nova tentativa de reencarne respeitando a mulher/mãe que lhe tirou esta preciosa oportunidade, adiando seus compromissos com a Lei?
  • 3 – Sendo rejeitado (a) você perdoaria ou odiaria essa mulher/mãe?
  • 4 – Coloque-se agora no lugar dela. Para aproveitar melhor a vida, ou por outro motivo particular qualquer, VOCÊ, realizaria o aborto?
  • 5 – Se soubesse que o reencarnante é um Espírito a quem muito ama, faria mesmo assim o aborto?
  • 6 – Ao saber que uma mãe retirou a vida de uma criança através do aborto e tendo o conhecimento que essa criança era seu pai muito amado e a quem você deve muito, qual a sua postura como juiz (a) em um tribunal penal? Perdoaria o delito ou o puniria exemplarmente para que tal crime nunca mais fosse cometido em sua comarca?

aborto espiritismo

Sabemos que a falta de elucidação evangélica estão levando muitos jovens às drogas, ao suicídio, ao aborto e outros crimes de menor potencial, mas que ferem a alma humana de forma trágica também. Os pais estão dando tudo para seus filhos, menos educação divina, e as crianças estão se afundando do materialismo, distanciando-se das coisas de Deus. No dia em que eles se conscientizarem de que a juventude passa rapidamente por nossas vidas, saberão plantar amor. Hoje a maioria dos jovens está plantando desespero. A AIDS, que aniquila o corpo e desespera a alma, prolifera velozmente, e quantos jovens, por míseras moedas estão se prostituindo! O automóvel, que foi criado para o conforto do homem, tornou-se arma perigosa aos imprudentes. Ao entrar em um veículo, muitos perdem a noção do dever, que é respeitar o seu próximo – correm sem disciplina, fazem manobras violentas e, diante disso tudo, ainda se julgam os tais. Um jovem cauteloso com as leis de Deus não abusa do direito de cidadão. Hoje muitos jovens pensam que jamais irão envelhecer e, sem caráter, gastam o dinheiro dos pais e ainda os envergonham.

Temos o conhecimento hoje que qualquer morte provocada é suicídio. Tanto o desencarne pelas drogas, pelo álcool, pelo fumo, por acidentes, é suicídio. E os jovens levados por uma sede imensa de liberdade levam-se a esse tipo de fim do corpo físico. Contraindo débitos conscienciais enormes para serem resgatados no futuro.

A jovem moderna, sem educação religiosa, está atropelando o “destino”, forçando os acontecimentos. Está-se tornando mulher muito cedo e também chegando cedo aos sofrimentos.  Prostituem-se cedo. Tornam-se garotas de programa, em busca de uma liberdade que mais tarde tornar-se-á uma armadilha para elas. Viciam seus órgãos sexuais contraindo enfermidades que terão longo curso até serem curadas completamente. Abortam várias vezes, como se isso fosse natural, natural tirar uma vida. O que as leva a entrar nessa vida? Falta de orientação. Para elas o dinheiro da prostituição é seu único meio de sobrevivência. E, muitas entram nas drogas através do sexo; os namorados, traficantes e viciados levaram-nas ao vício e depois à prostituição.

Gerson Almeida

desespero por abortar

Anúncios

Sobre Fábio Duarte

@FabioDuarte_BH
Esse post foi publicado em Artigos Diversos, Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O ABORTO

  1. Emiliano soares disse:

    O aborto é o maior crime cometido pela humanidade. porque a vítima está amordaçada, sem defesa. INDEPENDENTE DE RELIGIÃO, UNAMO-NOS EM DEFESA DA VIDA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s